A importância da reciclagem e os benefícios para o mundo

A importância da reciclagem e os benefícios para o mundo

BANNER-TOPO-MATERIA-RECICLAGEM-01

Você não faz ideia de como a reciclagem impacta a sua vida.

Sabia que no Brasil produzimos por ano 80 milhões de tonelada de lixo? Esse lixo todo ocupa muito espaço e poderia estar sendo tratado para voltar a ser útil.

Esse é o processo da reciclagem, pegar algo que é lixo e transformar em matéria prima para novos produtos.

Com pequenas mudanças de hábito conseguimos salvar nosso planeta e ter uma qualidade de vida melhor.

Já imaginou o rio Tietê limpo e podendo até ser frequentado como um parque e local para natação e prática de esportes?

Isso já foi possível há muito tempo atrás, por volta de 1930, ainda era possível não ser chamado de louco se dissesse que ia dar um mergulho no rio Tietê.

Atualmente São Paulo é cortado por um rio poluído, malcheiroso e sem vida, graças ao descarte inadequado de lixo e dejetos.

Esse é um claro exemplo de como o lixo não reciclado pode tomar conta da cidade e destruí-la.

Reciclar ajuda na conservação de recursos naturais como a madeira e a água, por exemplo.

Reduz também o custo das limpezas urbanas e evita a poluição das cidades. Os esgotos não ficam entupidos, e assim evita-se as enchentes, que assolam as cidades nas altas temporadas de chuva. Esse é um problema gravíssimo e super recorrente em diversos estados do Brasil.

Já animais, em sua maioria aquáticos, são salvos por não engolirem plástico.

E isso afeta até mesmo a sua alimentação, pois é encontrado em humanos micro plásticos que os animais comem e ficam em seu organismo, virando uma cadeia de transmissão.

A reciclagem começa dentro da sua casa

Pensar sobre reciclagem é um pensamento de pessoas muito evoluídas, que tem visão a longo prazo, zelo pela vida, alta inteligência emocional e também generatividade.

Ou seja, a capacidade de se preocupar com o desenvolvimento da comunidade humana e o bem-estar das gerações que virão.

Por isso, se você está pensando em reciclar, parabéns, tem nossa sincera admiração!

Sendo assim, saiba que a preservação do meio ambiente começa dentro de casa, através de pequenas atitudes diárias que somadas farão a mudança.

A mais importante atitude que você pode fazer pelo planeta hoje é a separação e reciclagem do lixo. Você pode usar sacolas próprias para isso ou lixeiras que facilitarão o descarte consciente.

Como separar o seu lixo reciclável

Para que você não fique na dúvida do que fazer com o seu lixo reciclável, veja a forma correta de separa-lo para a coleta.

1. Separe resíduos orgânicos dos resíduos recicláveis

Você pode até utilizar alguns resíduos orgânicos para criar uma composteira e produzir um riquíssimo adubo, ou descarta-lo na lixeira convencional.

Os resíduos que podem ser coletados para a reciclagem precisam ser separados dos orgânicos antes de entrega-los para a coleta.

2. Cuidado com os perfurocortantes

Lâminas, facas, latas, alumínio, placas de metal, vidro quebrado, etc. Precisam de cuidado especial.

Você pode coloca-los em uma garrafa pet ou em outro recipiente resistente para evitar que os catadores se machuquem.

3. Jogue uma água no que for reciclável

Potes de iogurte, garrafas de leite, garrafas pet vazias, latas, e outras embalagens que deixam resíduos orgânicos devem ser higienizadas para facilitar o processo da reciclagem.

A sociedade agradece, mas se não for possível essa limpeza, continue descartando de forma adequada o seu lixo.

4. Entregue para a coleta

Existem diferentes formas de entregar seu lixo reciclável para a coleta correta, a coleta seletiva é a melhor atualmente, verifique que dia o caminhão do lixo reciclável passa na sua região e lembre-se de colocar o lixo para fora.

Outra opção são os Ecopontos distribuídos pelo Brasil . Basta acessar o site da prefeitura da sua cidade e ver onde fica localizado o Ecoponto mais próximo de você.

Uma opção muito legal é entregar o lixo, devidamente separado, diretamente aos catadores de reciclagem. Muitas dessas pessoas trabalham com cooperativas de reciclagem, assim, eles entregarão para os galpões.

Você pode ajudar e impactar diretamente a vida dessa pessoa, e também o mundo. Existem aplicativos como o Cataki, que conecta catadores com pessoas que querem fazer descarte.

Como ganhar dinheiro reciclando

Além de ajudar o planeta, você ainda consegue fazer uma renda extra com aquele lixo reciclável que você iria descartar, veja essas três opções.

  1. Faça artesanato
    Uma boa opção a ser feita com lixo reciclável como garrafas pet, vidro, latinhas, caixas de leite, embalagens de papelão e plástico, é o artesanato. Pessoas fazem desde vasos até bonecos com lixo reciclável, por exemplo. As opções são infinitas, vai depender da sua criatividade.

  2. Venda roupas antigas
    O descarte de roupas é uma preocupação crescente, isso porque nem todas as roupas são recicláveis. O lixo têxtil é um mal no mundo, pois são toneladas de roupas que são despejadas na natureza.

    Vender as roupas que não utilizará, doa-las ou mesmo transformar peças antigas em novas, são excelentes destinos para o seu lixo têxtil.

  3. Venda o seu lixo reciclável, literalmente
    Você pode vender diretamente para os depósitos de reciclagem o seu lixo, como latinhas de cerveja e refrigerante, sucata de metal, papelão, e outros resíduos que são comprados por quilo.

    Há também a opção mais elaborada para isso, você pode ter sua distribuidora de recicláveis, coletando, separando e vendendo para as empresas de reciclagem.

    Você deverá fazer parceria com catadores de lixo, comprar o que eles recolhem e repassar para empresas especializadas em reciclagem.

O que pode ser reciclado?

Para que não reste dúvidas para você, separamos uma lista do que pode ou não ser reciclado, sempre consulte essa lista quando tiver dúvidas.

Os recicláveis são:  garrafas, copos, embalagens pet, sacolas, tampas, frascos de produtos, caneta sem tinta, canos e tubos de pvc, embalagens de produto de limpeza, brinquedos de plástico, baldes, vidros especiais como tampa de forno micro-ondas, frascos de remédio vazio, potes de conserva, cacos de vidro, todo tipo de papel e papelão seco que não seja plastificado, enlatados, tampinhas de garrafas, chapas, latas, ferragens, arames, talheres de metal, panelas sem cabo, papel alumínio limpo, canos, pregos, aerossóis, cobre, embalagens de marmitex.

Você não deve reciclar materiais que possuem contaminantes, como sangue, fezes, secreções humanas ou animais.

Também não descarte como reciclável: Produtos químicos, embalagens de produtos químicos, lixo hospitalar, lâmpadas, óculos, espuma, esponja, tomadas, acrílico, bandejas de plástico e isopor, embalagens metalizadas como as de café e salgadinho, cabos de panela, ampola de remédio, vidro temperado, cerâmicas, tubos de TV e monitores, fita adesiva, bituca de cigarro, tachinha, clipes, latas de inseticida ou veneno, esponja de aço, agulhas, algodão, gaze, absorvente, guardanapos, papel higiênico.

BANNER-TOPO-MATERIA-RECICLAGEM-02

Tempo de decomposição dos materiais

Cada lixo jogado na natureza de forma incorreta, ficará lá por diversos anos, trouxe aqui alguns exemplos para você, em média da duração para a decomposição desses itens.

O tecido de algodão, papel e o papelão demoram cerca de 6 meses para se decompor.

Metais demoram de 100 a 600 anos para se decompor.

Vidros, borracha, pneus e cerâmica demoram um tempo indeterminado para se decompor, são considerados perpétuos.

Linha de pesca, embalagens plásticas de sacolas, tem duração de até 600 anos na natureza.

Por esses objetos você consegue ter uma média da duração daquilo que é descartado.

Coleta seletiva, as lixeiras coloridas

As lixeiras coloridas servem para uma coleta de reciclagem eficiente, facilitando a separação de cada tipo de lixo, veja o que indicam suas cores:

  • Amarelo – Metais
  • Azul – Papel e papelão
  • Branco – Lixo hospitalar e contaminantes
  • Cinza – Não recicláveis, resíduos mistos
  • Laranja – Resíduos perigosos
  • Marrom – Lixo orgânico
  • Preto – Madeira 
  • Roxo – Resíduos radioativos
  • Verde – Vidro
  • Vermelho – Plástico

Vale lembrar que essas lixeiras para coleta seletiva também são comercializadas sem estampa, ou seja, você pode customizar com adesivo, por exemplo, cada tipo de resíduo que você quer reciclar numa lixeira especifica. 

Recicle seu óleo de cozinha

O óleo de cozinha não deve ser descartado em qualquer lugar, nem nas pias, nos vasos ou na natureza.

Isso porque o óleo de cozinha contamina os mananciais aquáticos, o solo e a atmosfera.

Outro problema causado pelo descarte do óleo nos ralos é o acumulo de gordura no encanamento, o que atrai pragas e também entope a tubulação.

Além disso, o óleo chega aos aterros e dificulta a permeabilidade da água no solo, o que ocasiona enchentes.

Outro fato que se leva em conta é a oxigenação das águas, onde os animais habitam e são sufocados por falta de oxigênio.

Para reciclar seu óleo de cozinha, você pode utilizar garrafas pet e entrega-los para a coleta seletiva.

O óleo pode ser usado também para fazer diversos produtos, o mais comum deles é o sabão, que pode ser feito em casa.

Também é usado para fazer massa de vidraceiro, ração animal, resinas para tintas, adesivos, etc.

Você conhece os Ecopontos?

Já foi mencionado lá em cima sobre os ecopontos, mas é importante destacar essa ação do governo, os ecopontos são espaços adequados para o descarte correto de entulho em pequenas proporções.

Também é possível descartar móveis, estofados, restos de poda, óleo de cozinha, papelão, plástico, vidros e metais.

Em São Paulo existem 121 unidades com atendimento diário e gratuito.

BANNER-TOPO-MATERIA-RECICLAGEM-03B

Gostou da matéria?

Já sabemos que para mudar o mundo é necessário começar com pequenas mudanças de hábito. E para começar a reciclar, primeiro você precisa se organizar.

Saber escolher a lixeira ideal para cada ambiente faz a diferença para quem quer começar a reciclar. Continue no blog: Escolha a lixeira ideal para o seu ambiente. 

ACOMPANHE A ELASTOBOR
Fique ligado em nossas redes sociais e participe de promoções e sorteios exclusivos.

FICOU ALGUMA DÚVIDA?
Nossa equipe está pronta para te atender:

Curtiu essa matéria?

%d blogueiros gostam disto: