Pintor, o profissional que faz a diferença no seu ambiente

Pintor, o profissional que faz a diferença no seu ambiente

banner-materia-profissional-pintura

Todas as casas são iguais por dentro. Parede, tijolo e estrutura. Não só as casas, mas todos edifícios são praticamente idênticos por dentro. Um dos profissionais que fazem a diferença no pós obra, é o pintor.

Ele será um dos responsáveis por dar vida ao interior desses ambientes, deixando-os mais agradáveis, mais claros, bonitos e harmônicos.

Esse profissional faz pinturas internas e externas, e por isso fará grande diferença  no projeto. A contratação de um bom profissional da área é fundamental.

Se você é um pintor, continue lendo que mais abaixo falarei sobre o que pode te dar vantagem na hora de ser contratado ou vender sua mão de obra especializada.

Você acha que o trabalho do pintor é só pintar uma parede?

Se sim, você está muito enganado. Ele deve ser muito mais valorizado, já que faz pintura residencial e em prédios, inclusive, se pendura em grandes alturas para que possamos contemplar uma linda vista de um edifício pintado.

Faz texturas em paredes, aplica verniz em portas e janelas de madeira, faz pinturas decorativas em móveis e paredes, faz revestimento de paredes, tetos, madeiras, outras superfícies e ainda lida com o cliente.

Quem são os melhores pintores?

São aqueles que são caprichosos, atenciosos e dedicados. Sempre estão aprendendo novas técnicas de pintura e aprimorando as que já sabem. Entendem dos melhores tipos de tinta para cada ambiente, sabem harmonizar as cores para que fique conforme o cliente deseja.

Antes de aplicar a pintura, o pintor precisa saber que o processo vai além de escolher a cor ou escolher a melhor tinta. Ele deve ser capacitado na técnica que está aplicando e também utilizar os equipamentos de segurança individual (EPI’s), que cabem na sua função.

Todo o processo de pintura exige muito cuidado, dessa forma é possível obter o resultado que deseja na coloração e também evitar problemas tão indesejados como o mofo.

As pinturas em paredes externas são as que exigem mais atenção, pois a parede externa sofre com diversas variáveis como o vento, a chuva, poluição, pichação, infiltração e desgaste do sol. Ou seja, elas se deterioram mais do que as paredes internas. Por isso o pintor deve conhecer os principais tipos de tinta e materiais para fazer a correta aplicação.

O bom pintor, portanto, sabe que as tintas de melhor qualidade são as que possuem mais pigmentos e ligantes, e que uma casa bem pintada transmite a sensação de casa nova e consequentemente aumenta o valor do imóvel.

Você sabe quais são os fatores que diferenciam um pintor bom de um ruim? Vejamos…

A qualificação

Esse é o primeiro diferencial de um pintor bom. Ele está sempre preocupado com sua qualificação.

Quando necessário, faz cursos para aumentar ainda mais seu conhecimento com novas técnicas, e assim, agradar seus clientes. E claro, isso também pode aumenta o valor de seu serviço, pois entregará um produto final de qualidade superior.

Ser atento a detalhes

O bom pintor não é o chato dos detalhes, mas ele sabe olhar para o ambiente de forma ampla e técnica, assim identifica se é hora para pintar ou se precisa de uma reforma maior.

Entende que a pintura segue etapas e que para um bom acabamento deve segui-las. Evita bolhas, manchas, poeira, e passar por cima de tintas velhas, quando na realidade, o melhor seria lixá-las antes de aplicar outra tinta.

Alertar o cliente sobre o resultado da tinta escolhida

Pode perguntar, ele saberá te responder… O profissional qualificado sabe as variações das cores e qual tinta irá reproduzir fielmente o resultado que o cliente está buscando.

Não há nada tão frustrante que uma expectativa não correspondida, querer um vermelho vivo para seu restaurante que levou anos para ficar pronto e o profissional te entregar um rosa aguado, não é mesmo?

Pois é, o mestre das cores irá te entregar o ambiente ideal.

Dominar a arte do acabamento

Como diz o nome, o acabamento é a última parte da obra. A beleza precisa ser mostrada, e o bom pintor sabe dar ao ambiente o acabamento necessário.

Consegue reproduzir técnicas que imitam o cimento queimado, muito usado na indústria.

O veludo amassado, que é um efeito sofisticado e o efeito de aço corten, aquele efeito de metal enferrujado rústico.

Além desses, tem toda uma variedade de acabamentos para sugerir para o cliente com seu olhar mais técnico e artístico.

Você possui essas habilidades e conhecimentos? Se sim, você está no caminho certo, parabéns! Você é um excelente pintor, e o seu trabalho deve estar sendo muito bem valorizado.

Caso ainda falte alguns degraus nessa escada para você, não se preocupe, você sempre pode melhorar e aperfeiçoar o trabalho que você já faz. O importante é treinar e com o tempo, saber o que te diferencia de uma mão de obra boa de uma que não tenha qualidade.

E agora que você já sabe, só pôr a mão na massa! Separamos os principais produtos para lhe auxiliar, confira abaixo:

Gostou da matéria?

Conhecimento nunca é demais, não é mesmo? Agora que já definimos o começo da estrada para se tornar um pintor profissional, quer aprender como acabar com o inimigo nº1 de qualquer pintor? Continue no blog e leia nossa outra matéria: Como acabar com mofo, umidade e bolor.

Dicas extras para um pintor mais profissional ainda

E ainda tem mais! Agora que você já leu nossas matérias sobre pintura e impermeabilização, vamos ver dois vídeos que tem tudo a ver com o tema? Afinal, se sua parede não estiver bem vedada, sem trincas e rachaduras, de nada vai adiantar pintá-la. Isso vale para um ambiente interno e externo.

Fique ligado em nosso canal, Em Manutenção. Se inscreva e veja vídeos com dicas e tutoriais sobre ferramentas, acessórios e diversas máquinas. #FAÇAVOCÊMESMO

Como proteger a fachada da sua casa com Viaflex

Mofo e umidade nunca mais

ACOMPANHE A ELASTOBOR
Fique ligado em nossas redes sociais e participe de promoções e sorteios exclusivos.

FICOU ALGUMA DÚVIDA?
Nossa equipe está pronta para te atender:

Curtiu essa matéria?

%d blogueiros gostam disto: