Poda eficiente em 7 passos

Poda eficiente em 7 passos

7 passos para podar com eficiência

Você tem cuidado bem das suas plantas? A poda esta em dia?

Antes de tudo, sabia que o número de pessoas que adquiriram plantas durante a pandemia triplicou?

Sabemos que uma plantinha pode deixar o ambiente mais bonito e também fazer companhia. Portanto, o que acontece é que não olhávamos tão atentamente para elas com nossa rotina corrida, logo as plantas morriam ou ficavam malcuidadas.

Se você é uma das pessoas que também adora plantas e gosta de vê-las sempre bonitas, precisa saber que o material certo faz a diferença na hora de cuidar da saúde e beleza delas.

Nesse artigo vou ensinar a podar suas plantas e, portanto, como cuidar delas.

Passo 1: Descobrindo a melhor data para a poda

As plantas reagem diferente ao ambiente, a luz solar e as temperaturas. Por isso, esteja atento na data em que você irá podá-las.

No fim do inverno: Plantas não floríferas

Depois da floração: Plantas floríferas

Não faça a poda se houver algum botão fechado.

Passo 2: Remova o que morreu para que se renove

Você precisará da tesoura de jardinagem, ou como chamamos, tesoura de poda.

A diferença dessa tesoura para outras é que ela é feita especificamente para essa finalidade, então é bastante afiada e tem um corte firme.

Por causa dessas características, a tesoura de poda não prejudica as plantas.

Para ficar mais seguro você também pode utilizar uma luva de jardinagem para evitar cortes.

Agora você deve retirar as flores, os galhos e as folhas mortas, isso garante que a planta tenha espaço para crescer mais rápido e se renovar.

Passo 3: Podando folhas e galhos da maneira certa

O ângulo no qual os galhos e folhas mortas devem ser podados é 45°.

Pode haver folhas com partes marrons ou descoloridas que também devem ser podadas, por isso vasculhe a planta para saber se há alguma escondida.

Não corte folhas e nem galhos que tenham aspecto verde, esses estão saudáveis.

Muito cuidado para não cortar o caule da planta.

Passo 4: Podando flores mortas

Agora é a hora de tirar as flores mortas para que novas flores cresçam.

Sempre retire-as respeitando o corte do galho no ângulo de 45°.

As flores mortas têm aspecto marrom, descolorido ou murcho, podem parecer secas, é fácil reconhecê-las, não arranque com a mão, use a tesoura higienizada para fazer um corte limpo.

Passo 5: Podando galhos grandes

Portanto se a sua plantinha tem ramos maiores e desproporcionais, para deixar mais vistosa tente podar em aproximadamente 1/3 do comprimento do ramo.

Sempre respeitando o ângulo de 45°.

Os nódulos do ramo não devem ser podados, é o lugar de onde os botões brotam.

Passo 6: Arranque a ponta dos talos

Você pode arrancar o topo dos talos com os dedos, se você tem em casa plantas de talos macios, como o coração-magoado. Assim a planta ficará com a copa mais bonita e harmônica.

Remova com o polegar e o indicador regularmente, são partes que saem facilmente, mas não remova abaixo do nódulo, naquele local em que a folha se prende à planta.

Dessa forma a planta é estimulada a crescer por igual em todas as direções.

Passo 7: podando na quantidade certa

Antes de mais nada, não remova muito das folhas de uma vez só.

O ideal é remover entre 10% a 20% das folhas por vez.

Se você podar demais, o crescimento será mais demorado. Os cortes devem ser feitos em lugares estratégicos.

Após algumas semanas ou um mês você pode fazer a poda novamente, assim sua planta irá crescer de forma mais uniforme.

Para você ter certeza se podou na quantidade certa, a planta deve ter folhas, ou seja, não deve parecer uma planta pelada ou um corte de cabelo mal feito.

Se estiver na dúvida, pode-a menos do que acha necessário, desse modo, depois de uma semana pode reavaliar a necessidade de uma nova poda.

Como cuidar depois da poda?

Agora que você já podou sua planta, é hora de cuidar para que elas cresçam e fiquem fortes, bonitas e com aparência de jardim bem cuidado.

Use fertilizante para nutrir a planta

Depois da poda aplique um fertilizante solúvel.

Dilua na água e espalhe conforme a instrução da embalagem. Dessa forma, sua planta estará segura e bem tratada.

Retire a sujeira das folhas

Se, no entanto, a sua planta tiver folhas grandes, ela pode acumular poeira e terra.

Para fazer a assepsia use um pano limpo ou esponja umedecidos, todas as vezes que necessário.

Passe suavemente nas folhas e isso irá remover a sujidade.

Regue apenas o necessário

Você sabia que as plantas têm diferentes necessidades de água? Algumas se regadas demais podem apodrecer e outras se regadas de menos logo murcham e morrem.

Suculentas não precisam de tanta água pois são plantas que armazenam sua própria água no caule e folha.

Já plantas finas, delicadas e de galhos secos vão precisar de mais água para não desidratar.

Se a terra estiver com aparência seca faça uma nova irrigação.

Afinal, as plantas te dizem quando precisam de água ou quando está demais:

  • As folhas caem mais facilmente se estiver com excesso de água.
  • Quando as folhas estão murchas e a terra seca, sua planta está implorando por água, não deixe chegar a esse ponto.

Tenha sempre o melhor material de poda em mãos

Agora que você sabe como as plantas podem ser delicadas, é hora de tomar uma decisão importante, escolher o melhor material para fazer a poda.

Temos tesouras específicas para isso. Tá esperando o que? Deixe sua planta feliz ainda hoje.

Tesouras de poda

Agora que você já leu nossa matéria, vamos ver no vídeo com mais detalhes?

Fique ligado em nosso canal, Em Manutenção. Se inscreva e veja vídeos com dicas e tutoriais sobre ferramentas, acessórios e diversas máquinas. #FAÇAVOCÊMESMO

Gostou da matéria?

Quer aprender mais sobre jardinagem? Aproveite para acessar nossas outras matérias:

ACOMPANHE A ELASTOBOR
Fique ligado em nossas redes sociais e participe de promoções e sorteios exclusivos.

FICOU ALGUMA DÚVIDA?
Nossa equipe está pronta para te atender:

One Reply to “Poda eficiente em 7 passos”

Curtiu essa matéria?

%d blogueiros gostam disto: