Conheça tudo sobre cordas

Conheça tudo sobre cordas

SAIBA MAIS SOBRE CORDA

A corda é utilizada para as mais diversas finalidades, desde a prática de esportes de aventura até para artesanato. Entenda abaixo a maneira certa de utilizar e como escolher.

Quais as fibras utilizadas nas cordas

As cordas podem ser fabricadas com diversos tipos de matéria prima, variam de acordo com as suas características de resistência e durabilidade.  Em geral, podemos dizer que se classificam em dois tipos:

Naturais

São fabricadas com matérias primas extraídas da natureza, como: sisal, algodão, cânhamo, rami e juta. 

Sintéticas

Para a família de cordas sintéticas podemos destacar a poliamida (Nylon), polipropileno, poliéster e polietileno.

Como escolher uma corda

As principais características para serem levadas em consideração são a carga de trabalho, diâmetro e carga de ruptura. Veja mais no texto abaixo:

Carga de trabalho

A Carga de Trabalho significa a carga média ideal a que uma corda deve ser submetida quando em uso. Este é o padrão correto na escolha de uma corda. A carga de trabalho está intimamente relacionada com a carga de ruptura, isto é, ela é encontrada usando-se um fator redutor na carga de ruptura. Este redutor pode variar de acordo com o grau de responsabilidade e risco empregado no uso de uma corda.

Em aplicações de baixo risco é utilizado um fator redutor entre 5 a 7 vezes a carga de ruptura. Já para aplicações em que existe o risco de vidas humanas, o fator (índice) aumenta para 10 a 12 vezes a carga de ruptura.

Dica importante: neste caso também deve-se considerar a queda de resistência à tração de uma corda quando da aplicação de um determinado nó, o qual poderá reduzir a resistência da corda em até 40%.

Diâmetro

Para escolher uma corda você precisa definir qual o diâmetro que melhor atende a sua necessidade, no caso das cordas o diâmetro é medido em milímetros ou polegadas.

Carga de ruptura

O Ponto de rompimento de uma corda quando submetida a um esforço de tração maior que a sua resistência é conhecido como a carga de ruptura.

No momento que você for escolher a sua corda, leve em consideração o ponto de rompimento, ou seja nunca escolha  pelo limite que é a carga de ruptura,  utilize sempre a carga de trabalho como o padrão para ser utilizada. E caso você precise dar um nó, a resistência é automaticamente reduzida.

Tipos de cordas mais utilizadas

CONHEÇA OS PRINCIPAIS TIPOS DE CORDA

Corda sisal

A corda de sisal é a mais conhecida no ramo agropecuário e artesanato, serve principalmente para amarrar fardos de produtos recolhidos no campo. Possui boa resistência a raios U.V. e tem a grande vantagem de ser biodegradável.

Trabalhamos com os tamanhos 6, 8, 10, 12, 16, 18 e 25MM.

Corda polipropileno trançada 3mm

Essa corda é vendida, geralmente, em rolos com aproximadamente 205 metros e peso aproximado de 1KG.

Possui como características: alta resistência à tração, excelente absorção ao choque e flutuabilidade positiva.

Corda de polipropileno Trançada Branca

A corda polipropileno tem como característica alta resistência a ruptura por flexão ou fadiga, também possui estabilidade e resistência a impacto, apresentando como propriedade principal seu peso baixo.

Trabalhamos com as medidas 1,5 – 2 – 2,5 – 3 – 3,5 – 4 – 5 – 6 – 8 – 10 – 12 – 14 – 16 e 18MM.

Corda polipropileno para carga

Essa corda também conhecida popularmente como corda de caminhoneiro.

É ideal para amarração de carga aberta e fixação de lonas. Tem como característica ser uma corda sem alma, que proporciona melhor fixação do nó e consequentemente, maior eficiência na amarração da carga.

Além disso, ao ser submetida a uma tração, transforma-se em uma espécie de fita. Isso faz com que reduza a possibilidade de desgastes por abrasão quando em contato com quinas. Tem como características: alta flexibilidade, maciez e fácil manuseio.

Trabalhamos nas medidas nas medidas 6, 8, 10 e 12MM.

Corda bombeiro

A corda de bombeiro é destinada para os profissionais que precisam realizar trabalhos em altura, é considerado um ítem de extrema importância e não pode ser substituída por nenhuma outra corda por ser um equipamento de proteção individual obrigatório.

A corda bombeiro realiza o trabalho de servir de caminho vertical para o profissional, estando conectada a cadeira suspensa e ao trava quedas.

Para as cordas de bombeiro é sempre importante fiscalizar a integridade da corda, ao perceber sinais de desgaste ou iminente ruptura, é obrigatório substituir a corda.

Quais os cuidados e recomendações ao utilizar uma corda

Existem diversos cuidados que você precisa ter para trabalhar com sua corda, por exemplo, os nós que são indispensáveis nas aplicações são responsáveis pela redução de 40% da resistência de uma corda, por esse motivo deve-se  sempre colocar na conta essa redução.

No caso de emendas, quando for necessário, unir uma corda a outra pode ou não causar a redução das cargas. Se for bem feita, não causa a redução.

A corda vai ser utilizada próximo a água salgada? Então não é recomendado o uso de fibras naturais, pois além da umidade, a água salgada contém bactérias específicas que levam a decomposição da fibra num processo acelerado e contínuo.

Evite sempre o contato com produtos químicos e temperaturas muito altas ou muito baixas, isso também pode interferir na performance e durabilidade das cordas.

Dicas sobre diversos tipos de corda. Assista o vídeo!

ACOMPANHE A ELASTOBOR
Fique ligado em nossas redes sociais e participe de promoções e sorteios exclusivos.
       
FICOU ALGUMA DÚVIDA?
Nossa equipe está pronta para te atender:

One Reply to “Conheça tudo sobre cordas”

Curtiu essa matéria?

%d blogueiros gostam disto: